domingo, 19 de setembro de 2010

Nem Tudo Na Foto

Fotografe este beijo tão intenso, a minha pele arrepiada, meu corpo entrelaçado ao dele, pode parecer uma foto comum, mas só eu quando admirar essa fotografia saberei como meu coração oscilava ou as moléculas do meu corpo dançavam com cada movimento do corpo dele. Passaram longe da lente da câmera os detalhes que fizeram deste momento excepcional, pode fotografar, não importa que digam ser uma imagem banal ou corriqueira, eu estava lá. Ele temendo ser nosso ultimo encontro, eu duvidosa se o sentimento era real, você simplesmente observando e fotografando, julgando o que não poderia ver. Confusos e massacrados pelo medo das surpresas do futuro tudo quer queríamos era mais uma vez estar juntos, mas você sempre fotografando e transformando algo sublime em um erro surreal. A fotografia logo se espalha e passa por todos os olhares de críticos rigorosos que se acham respeitosos, mas eles têm mentes insanas e desregradas como você. Cuidado fotógrafo, os críticos também tem máquinas e você não se torna imune a elas por fazer ou ter feito um dia o uso de uma.

Giulia Campanha

3 comentários:

Jou Jou Balangandã disse...

Como assim parar com o Thoughts and Feelings??
:(

Giulia CFL disse...

Foi vontade passageira Ju, não tenho coragem

Mister Neurotic disse...

Agressiva!