domingo, 20 de fevereiro de 2011

Seu fantasma é meu anseio

Eu que me martirizava por de mais te amar e estar sempre me preocupando com seu bem estar, você desinteressado em qualquer consequência e agindo sem consciência. Agora esquecer esse seu semblante parece um trabalho árduo e eu me pego a todo instante preferindo ser exaurida por completo, ter todo o ardor da perda de uma só vez, para que sua presença deixe de ser tão incômoda. Se tivessem me dito que eu sentiria essa dor por você eu riria sem fim, se tivessem me dito que o nosso pra sempre tinha início e fim, eu os teria chamado de insanos, mas agora só sei me perguntar como fui a única que nunca notou tudo isso, sua verdadeira face. Seguir em frente parece fácil em outras histórias, a dor parece menor nos poemas, agora é sentar e esperar esse anseio se dissipar. Você me prometia coisas e eu acreditava de olhos fechados, até agora estou presa no escuro esperando que cumpra suas promessas, mas ainda não encontrei o cara que me prometeu, apenas vejo o qual ele se transformou, não quero abrir meus olhos e ver que essa mudança é permanente.
Giulia Campanha

5 comentários:

be disse...

sem comentarios

diogo disse...

indo aqui pq ja comentei o ultimo

bastante pessoal, é como um desabafo isso

Histórias mil pra você se emocionar... disse...

Seguindo o blog aqui ^^ Fantástico!
http://www.ficcaoonlineeaqui.blogspot.com

Savinho - Truta (Oficial) disse...

mt, bom, blog, parabéns
http://www.savinhotruta.blogspot.com

Habib Sarquis disse...

Tudo sempre tem um fim. E no relacionamento isso não é diferente. Parabéns pelo texto.

http://boomnaweb.blogspot.com/