quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Esperar virou dilema

Esperar virou dilema, rotina do ser humano. Quem espera não se cansa de esperar, reclama de nada acontecer sem admitir que a si próprio engana. O ser humano vive essa vida de janela, vida de quem senta atrás do buraco na parede para ver os outros passarem, se contenta de saber tudo que com eles acontece, com medo de sair e fazer acontecer consigo mesmo. Acha que dói mais pular a janela e correr o risco de ralar o joelho do que passar a vida no vazio de um cômodo escuro. Cômodo de anseios, frustrações e limitações, cômodo da descrença. É mal do ser humano gostar da janela, mas fazer o que? se Deus fez o mal mais forte que o homem. Esperar é dilema.

Giulia Campanha

4 comentários:

Falando Sobre... disse...

ótimo texto!
estava precisando ler algo assim hj :D

http://falandosobreall.blogspot.com/

Mister Neurotic disse...

E todos esperam tanto, que esquecem até que estão esperando. Alguns até dormem.

Rogério disse...

Perfeita a forma como você expoe duas idéia

Carol disse...

Ótima crítica! Amei