sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Pare para a felicidade

E nem que eu te dissesse você não notaria como é feliz. Você tem que parar de tentar encontrar amigos novos e sim aceitar que os amigos mudam; tem que parar para ver que por mais que o dilúvio pareça acontecer só sob sua cabeça, ele está sob a cabeça de todos ou somente em sua mente; tem que parar de procurar alguém que fique segurando seu céu e aprender a segurar sozinho, entender que cada um tem seu céu para impedir que toque o chão; tem que parar de esperar que façam o que você faria, ninguém é igual a você; tem que parar de tentar se enxergar no reflexo de alguém e observar seu próprio reflexo; tem que parar de julgar-se réu e ser seu próprio advogado de defesa; simplesmente pare e recomece se necessário, mesmo que para recomeçar completo signifique reaprender a andar, falar e principalmente enxergar. Reeduque-se para notar que pode ser feliz.


Giulia Campanha

6 comentários:

Carol disse...

Meeeeeeu Deus, a cada texto eu fico impressionada com a vida que as palavras ganham com você! Parabéns, parabéns e mil vezes parabéns <3

Andre Mansim disse...

Giulia, seria muito bom se a gente cond=seguisse fazer isso mesmo que vc escreveu no texto, vou tentar!
Parabens pelo texto e blog.

http://amansim.blogspot/
aparece lá!

Falando Sobre... disse...

adorei o texto! vc escreve super bem!
as palavras tem realmente significado:D

http://falandosobreall.blogspot.com/

Jou Jou Balangandã disse...

Parabéns pelo texto! A felicidade já temos. Basta aproveitar!
Bjous

Jessica B disse...

Acabei de chegar de viagem e vim correndo ver seu blog e me deparei com esse texto lindo. QUE ORGULHO!

Fabrício disse...

Temos mania de nos fazer de vítimas, né? Mas o mundo é o mesmo paa todos, nossas escolhas é que formam nosso caminho. Mais uma vez, parabéns pelo texto!